Os Sete Pilares do Bouldering. II Exploração.

II. Exploração. Calcedónia a Última Fronteira.

O segundo dos “Sete Pilares do Bouldering” é sem dúvida um dos mais importantes. Sem exploração e consequente desenvolvimento das áreas descobertas não existiria o bouldering propriamente dito.

Explorar exige visão, visão exige experiencia e experiencia exige escalar muito em rocha. Exige espíritos inquietos, mentes desassossegadas e ter a sorte de existir muito para descobrir. Portugal pode não ter a rocha de Hueco, as montanhas de Bishop ou a floresta de Font, mas existem potenciais zonas de bloco por todo o lado especialmente da Serra da Estrela para cima.

Explorar pode ser viciante também, podemos cair na voragem da descoberta pela descoberta, um pouco como uma refeição “all you can eat”, demasiada fartura estraga o prazer de comer. Encontrar o equilíbrio entre exploração e desenvolvimento faz aparecerem as grandes zonas de bloco.

Para um explorador a visão é o mais importante, conforme o seu grau de habilidade pode ou ver de mais ou não ver absolutamente nada. Exemplos? Dizia-se que a rocha de Vale de Poios era toda podre. Dizia-se que Sintra eram os Capuchos, a Peninha e pouco mais. Hoje são frases hilariantes, é sempre preciso a pessoa certa no lugar certo e talvez na altura certa porque: o que procura só encontra aquilo que quer ver.

Esta situação, aqui retratada, começa como mais gosto: com uma dica. As dicas são fantásticas. Existem vários níveis conforme a sua origem, desde pessoas que não fazem a mínima ideia do que é a escalada, geralmente valem muito pouco, até de escaladores mais veteranos ou reformados, geralmente valem ouro. Nenhuma se deve negligenciar. Assim, existem dicas de pastores, geralmente alucinadas. Dicas de espeleólogos, profundas. Dicas de blocadores para desportivos, vias mitradas. Dicas de desportivos para blocadores, higballs irrealizáveis. Dicas de pescadores, exageradas. Dicas de ciclistas, rápidas e desfocadas. Dicas de treckers, contemplativas. Mas, para um explorador todas são importantes e todas merecem atenção, e uma vez à solta, a dica instala-se no fundo da mente e por ali fica. Quanto mais tempo passa mais ela germina, alimentada pela imaginação, geralmente delirante, que a criatura possui. Desenham-se no ar pranchas a 45º cobertas de régletes sólidas como ferro, falésias de 30 metras repletas de chorreiras e bidedos perfeitos, fissuras de fazer empalidecer Canyonlands, paredes maiores que a Grande Torre do Trango. O Embate com a realidade é em 95% dos casos um balde de água fria, aí em 4% dos casos revela-se proveitosa e em 1%, ou talvez menos, dos casos é melhor que a realidade. Este foi o feliz caso, por exemplo, deste bloco na Calcedónia.

Este segmento é dedicado a todos os exploradores inquietos que por aí andam, verdadeiros motores da escalada.

Depois da Páscoa o terceiro capítulo: III. Força. O Labirinto dos Enganos. SM

Anúncios

12 Responses to Os Sete Pilares do Bouldering. II Exploração.

  1. crash pad dummy diz:

    respeito

  2. "Rasta" diz:

    Excelente!
    Acho o conceito destes capitulos genial.para mais, identifico-me bastante com este capitulo.
    JÁ AGORA FICOU DE QUANTO ESTE BLOCO?
    Estão de parabens, continuem com o bom trabalho
    Abraço

  3. Julio Braga diz:

    Muito bom.
    Pois é, este fds fiz a rota dos blocos, 120 km de blocos, que culminou no alto de uma montanha com prados verdejantes e centenas de blocos, estes sim parte do 1%
    Hasta

    • nortebouldering diz:

      Mais um paraíso? Depois de Corno de Bico, a fasquia é muito alta…

    • Pedro Rodrigues diz:

      Ui ui… temos javali à solta…

    • MC diz:

      Não me digas que andaste por Miranda!? 🙂
      Embora a realização esteja muito boa, este capítulo está melhor retratado em duas séries portuguesas que irão passar num canal sensacionalista da nossa televisão, na NBabugemTV.

      A primeira é: Ralufo – O Javali Aberturista
      Esta é uma série com uma história simples e em que em todos os episódios se repete a mesma história, mas em cenários diferentes. Retrata a história de uma esquadra de aberturistas que tenta encontrar e solucionar vários “problemas”, mas no final quem acaba por resolver quase tudo é sempre o mesmo, “Ralufo”, o “Javali Aberturista”. A história de um Javali com um faro e força excepcional que utiliza as suas qualidades para resolver aquilo que os seres humanos treinados para essa missão não conseguem resolver.

      A 2ª ainda está em negociações

      A NBabugem está em negociações com o David Hestáoff para adquirir os direitos da série Baywatch. O cenário escolhido pela NBabugem produções será os montes do Norte de Portugal, e a série irá chamar-se Boulderwatch. A filosofia da coisa será praticamente a mesma, onde corpos atléticos fazem patrulhas, a pé e de moto 4 pelos montes, com bastões de escovas d’aço na mão e que estão sempre a postos para entrar em acção e salvar uma linha boa de morrer afogada em musgo e líquenes. Depois de se ter conseguido a moto 4, este projecto só está à espera que apareça o elenco feminino. Aguardam-se mulheres com “peito”… ou melhor, com peitorais.

      • nortebouldering diz:

        Delirante como sempre MC. Os meios de produção são todos teus ou da NBabugemTV, agora que já tens o script alinhavado e o casting quase finalizado, em vez de ires inchar os braços para as passerelles da moda, dedicas-te a concretização destes projectos…

  4. Pedro Rodrigues diz:

    muito bom, o parágrafo das dicas. mais um tomo aprovado.

  5. AlexBandit diz:

    Reconheci logo essa zona por já ter andado por lá a passear atrás de rastos de lobo ibérico. Acontece que nesse exacto local já encontrei pegadas, excrementos e até restos de animais.

    Se não tivesse a confiança que tenho em vós, daria agora um sermão – mas tenho a certeza de que deixaram aquele sítio impecável 🙂

    Abraço!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: