O Verdadeiro C.S.

 

Em plena Sala de Visitas, Assunção, Santo Tirso, o verdadeiro e único: Rala Canelas (V7 cs). Escalador: José Abreu; Fotos: Sérgio Martins.

Odiado pelos puros falésistas. Levado às ultimas consequências pelos mais inveterados adeptos do bloco. O começo sentado (C.S.) é um dos movimentos do bloco mais mal interpretados e…traficados.

A definição é simples: na posição sentada em frente ao bloco, posicionamos mãos, posicionamos pés, na rocha, e o ultimo ponto a abandonar o chão é o rabo ou nádegas ou cu, bem… como preferirem.

O que não se deve fazer: serem os calcanhares os últimos pontos a abandonar o chão, usar mais do que uma crashpad (a não ser que assim seja especificado), alguns dirão mesmo – em Fontainebleau por exemplo – que nem se deve usar crash, mas talvez seja melhor deixar essa questão na gaveta da ética local, o nosso cóccix agradecerá com certeza.

Portanto, quando por aqui aparece um “Vqualquercoisa C.S.”, quer dizer que o bloco foi feito nas circunstancias acima referidas e não começando com os pés no chão ou com 5 crashs ou …agachado de cócoras.

E, para quem ainda não deixou de ler e quer conhecer o sítio onde melhor pode por em prática os começos sentados, uma escola NorteBouldering: Santo Tirso.

Santo Tirso tem, que eu conheça, o maior numero, os mais duros, os mais mitrados, os mais excruciantes começos sentados de VB a V13, vejamos:
Começamos com o Salto da lama (V2), indescritível. A seguir o Investida Pélvica (V3), bizarro no mínimo. Seguimos para o Devorador de Lanches Mistos (V4), pouco duro, depois o Viagra (V6), inqualificável. Não podemos deixar de fazer o excruciante Rala Canelas (V7) e o Passeio Micológico também (V7). A seguir e numa espécie de Twilightzone dos começos sentados: o Dunfer com uma estratosférica cotação de V13, só de arranque.

Depois desta escola, ou com esta escola, estamos preparados para viajar pelo mundo fora, sem nunca estranhar nem falhar um verdadeiro C.S.

Anúncios

6 Responses to O Verdadeiro C.S.

  1. Pois eu também conheço aqueles inícios que nem são em pé nem sentados.
    O chamado início “meio sentado”! Quando há duas presinhas apetitiosas em que apetece começar o bloco, mas com o rabo chão não se chega!

    O Salto na Lama… sempre me fez achar que tenho o rabo muito pesado!
    O Invetida Pélvica, perdeu um presa no pé direito e é preciso sempre escavar um pouco para diferenciar o solo da parede!

    O “descola” também tem início sentado, certo?

  2. nortebouldering diz:

    A meu ver, começo “meio sentado” não existe. Existe começo sentado nas condições referidas no artigo. Depois, podem existir presas definidas para começar um bloco, que podem ser mais baixas que as “normais” para começar. Tudo que fuja do começo sentado com uma crash ou começo em pé normal em presas evidentes são variantes que não sendo verdadeiramente eliminatórias, são variantes para acrescentar dificuldade ou facilidade ao jogo e como jogo que é cabe a cada um “brincar” como lhe apetecer. Em minha opinião, mais uma vez, desde que acrescente qualidade ao problema tudo vale a pena. Agora quando se entra no carrossel do grau, pode dar grande confusão, e as coisas têm de ser perfeitamente definidas o que nem sempre é fácil.
    O “descola” cs: O descola tem um começo sentado na aresta do lado esquerdo, que não é de todo o “crux” do problema, e chama-se “Descola, cs esquerda” e vale V12. Agora o verdadeiro começo sentado em frente e directo é outra coisa, é um projecto, ou talvez “o projecto”. Apresenta um movimento de arranque potentíssimo e uma recepção na famosa presa “limonete” do descola que nunca foi conseguida. Mas só o Júlio é que pode dizer se esse arranque é mais duro que o do “Dunfer”, para assim se encontrar o rei dos começos sentados, hehe.

  3. Julio Braga diz:

    Pois, meio sentado não existe, começo em pé em presas baixas é mais o caso.

    Mais umas sugestões:
    “Lusco Fusco”
    “Abre Costas”
    “Coxa o Koelhão”
    O verdadeiro nome do “Salto na Lama” é “Um dia na Lama”,F.A de Silvio Morgado.

    • Começo “meio sentado” é gíria de locais, precisamente quando se começa um problema agachado, porque tem umas presas “engraçadas” a esse nível!!!
      Não tem lógica em termos de croquis ou graduações, mas pode dar algum gozo… enfim!

      Lusco Fusco, Coxa o Koelhão, Abre Costas… isso soa-me a blocos com poucas repetições!!!

      😉

  4. crash pad dummy diz:

    humm… e se começar sentado numa cadeira pousada em cima da crash, a definição de começo sentado fica adulterada? Bom, e para que todas as premissas fiquem incluídas, até posso pôr uns punhados de terra apanhados do chão em cima da lona do assento da cadeira, que tal, assim também vale?

  5. Rene diz:

    hello,

    My name is rené. Next week we are in Porto. Can some one tell me where we can boulder?
    My mail adres is rene@nihilclimbing.com

    thanks,
    René

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: