7 Dias, 7 Fotos: Hoya Moros VII, Zé Trepa Riscos.

Julho 26, 2012

Fim de festa. Restava baixar, disfrutrar das paisagens na caminhada, beber uma “caña” com os amigos, comer umas “tapas” e regressar a casa, com muita vontade de uma nova incursão o mais brevemente possível.

José Abreu, em jeito de fim de festa, destrói a pele que sobra nas reglettes escaldantes de Trepa Riscos. Um bloco a ser provado ao final do dia, com temperaturas mais baixas.

Para finalizar, aqui ficam as importantes recomendações, numa tradução livre, apresentadas no blog dos escaladores locais. Por favor, quem lá for no futuro, tenha-as em conta e siga-as à risca. PR

 1 – Não deixar lixo, nem beatas, nem adesivos, nem papel higiénico, absolutamente nada!

 2 – Não fazer fogo. É totalmente proibido.

3 – Não lavar utensílios de cozinha  com sabão.

4 – Não tomar banho no rio com sabão.

5 – Respeitar toda a vegetação.

6 – Respeitar todos os animais, respeitar o gado que está na subida. 

7 – Caminhar unicamente nos trilhos marcados.

8 – Fechar o portão da estrada florestal da la Dehesa.

9 – Importante! Ao subir pela estrada florestal da la Dehesa tentar subir com o mínimo de veículos possível.


Seguir

Get every new post delivered to your Inbox.